Publicado por: Filipe de Arede Nunes | 31/03/2010

Sobre propaganda e contas de e-mail!

Confessamos não ter ainda entendido bem o que se passa com as acusações que o Vereador PS na Câmara Municipal do Seixal Samuel Cruz faz à actuação do Presidente da autarquia de que este terá mandado encerrar as contas de e-mail dos vereadores socialistas por estes terem utilizado as mesmas para difundir um comunicado de imprensa de natureza político-partidária.

Temos de aqui afirmar peremptoriamente que, no nosso entender, as contas de e-mail dos vereadores não devem, efectivamente, ser utilizadas para a difusão de propaganda de índole político-partidária. Não nos parece que seja esse o seu fim pelo que uma utilização deste género será indevida.

Não podemos, apesar de tudo, deixar no entanto de fazer referencia ao facto de a Comissão Política local do PSD se ter solidarizado com os vereadores socialistas. Afirma-se inclusive no comunicado de imprensa do PSD que:

“Esta não foi seguramente, a primeira vez que os meios da CMS foram utilizados para fins político-partidários.”

Não obstante o facto de eventualmente os meios da CMS estarem muitas vezes ao serviço de interesses de carácter político-partidário não podemos deixar de lamentar que tal aconteça sem persistir no erro apenas porque existe necessidade de compensação. O que é preciso, acima de qualquer outra coisa, é que se discipline de forma clara as actividades nas quais a CMS ou os seus vereadores podem participar enquanto tal.

Apesar de não aceitarmos o argumento essencial dos socialistas também é com alguma dificuldade que compreendemos esta tomada de posição por parte do Presidente Alfredo Monteiro. Será que o próprio é assim tão disciplinado no que diz respeito à propaganda de actividades de natureza político-partidária quando está em causa o seu próprio partido?


Responses

  1. Caro Filipe,

    Não fui certamente eu que escrevi que os Vereadores Socialistas utilizaram o mail da autarquia para fins politico partidários. O que efectivamente aconteceu, foi que enviámos através do e-mail camarário dois comunicados dos Vereadores Socialistas aos trabalhadores o que é completamente diferente.
    Os Vereadores são do órgão executivo do municipio, são a administração da Câara, têm o direito de dizerem o que bem entenderem aos trabalhadores, diria mais têm até o dever de comunicar com quem colabora com a CMS.
    Se a comunicação é política?
    Naturalmente… A população não nos elegeu para fazer outra coisa!

  2. Cada entidade tem as suas normas, regulamentos e hábitos.

    É verdade que um habito errado não tem de ser tomado por certo, tem sim de ser corrigido. Contudo, tem de se ser claro – o que é entendido como uso ilegitimo? e para todos ou alguns?

    Se quem deveria corrigir (porque para isso tem poder e autoridade), não o faz, e ainda valida por hábito uma utilização “à grande”, então não o pode aplicar “a gosto”.

    Para acabar (desculpe, mas impoem-se), parece que o Dr. Arede Nunes está a ver mal… PSD, PS e BE (ou maiorias internas dominantes) concordaram no condenar da acção. Estaremos perante um devaneio seu à direita para o ver de braço dado com o Dr Noronha (que salvo erro até condenou a acção), ou à extrema esquerda, e vamos vê-lo de braço dado ao Dr.Paulo Silva?

    Cumprimentos

  3. Humm….
    Se os vereadores em vez de usarem o mail, tivessem entregue um comunicado em papel, seriam proibidos de usar a impressora? e se fosse escrito à mão? Tiravam-lhes as canetas da CMS?
    E se tivessem divulgado a mensagem(que não sei qual é) oralmente? Ficariam proibidos de abrir mais a boca quando estivessem na CMS?

    Não estou nem do lado da CM, nem do lado do PS. Para mim ambos têm (a sua) razão.
    Certamente que um mail de um determinado domínio deve respeitar um conjunto de regras de ética associadas a um código deontológico no que respeita a troca de informação. Normalmente, esse código de boa conduta no uso do mail, aplica-se mais ao envio de mails externos. O mail foi só interno? Em caso positivo talvez este caso tenha tomado uma grandeza maior do que devia(com comunicados de solidariedade e afins). Mas a conduta e o seu respectivo código, é aplicado ao mail ou a quem o envia?
    Para mim, este parece mais um caso Hulk… A decisão foi tomada pela Liga. Talvez venha a Federação Portuguesa de Câmaras e diga que os vereadores só devem ficar 3 dias sem mail… hehehe

  4. Meus caros,

    A natureza do e-mail é essencial para aquilatar da boa ou má utilização dos meios municipais. O que escrevi foi baseado nas informações disponíveis. Se alguém entender dar mais explicações, somos todos interessados.

    Quanto ao Nuno Silva,

    Não ando de braço dado com ninguém! Acha que tenho direito a ter opinião livre?

    Cumprimentos,
    Filipe de Arede Nunes


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: