Publicado por: Filipe de Arede Nunes | 13/01/2010

Grandes Opções do Plano para 2010

Ler os documentos referentes às Grandes Opções do Plano da Câmara Municipal do Seixal é sempre um exercício, que se não fosse ter consequências directas na vida as pessoas, quase divertido pela capacidade intrínseca que os seus executantes mostram na elaboração do mesmo.

Agora que esta informação já está disponível na sitio da Internet da Câmara Municipal do Seixal, vamos passar os próximos dias a analisar o seu conteúdo.

Uma das maiores bandeiras do executivo camarário no último mandato dizia respeito à requalificação do parque escolar competência do município. Nesse sentido a Introdução às Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2009 referia o seguinte:

“Com concurso público já lançado estão: a construção da EB1/JI da Quinta dos Franceses; a construção da EB1/JI Nun’Álvares e EB1/JI de Santa Marta do Pinhal inseridas em escolas integradas (protocolos a celebrar com o Ministério da Educação); a ampliação da EB1 da Quinta de São João e da EB1/JI do Miratejo. Em lançamento estão os seguintes projectos: a construção da EB1/JI dos Redondos, da EB1/JI da Quinta do Batateiro e da EB1/JI da Quinta do Conde de Aveiras; a construção da EB1 D. Nuno Álvares Pereira, alterando a tipologia da EB 2, 3 de Corroios para uma escola integrada (protocolo a celebrar com o Ministério da Educação) a ampliação da EB1/JI da Quinta de Santo António e a ampliação da EB1/JI da Aldeia de Paio Pires; a construção do JI do Fogueteiro, do JI da Quinta de São Nicolau, do JI de Vale de Milhaços e do JI da Quinta de Cima. Este investimento de mais de 20 milhões de euros irá permitir um aumento de 67 salas do 1.º ciclo e de 36 salas de JI.” (vide página 11)

O exercício que pedimos aos nossos leitores é que comparem o texto de 2010 da Introdução às Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2010 – infra – com o texto supra de 2009:

“Em 2010 prevê-se a construção ou lançamento da construção das seguintes escolas: EB1/JI Nun’Álvares, EB1/JI de Santa Marta do Pinhal e EB 2, 3 Santa Marta do Pinhal que evoluirão para escolas integradas (protocolos celebrados com o Ministério da Educação); a ampliação da EB1 da Quinta de São João e da EB1/JI do Miratejo. Estão ainda previstos os concursos em 2010 para as seguintes construções: EB1/JI dos Redondos e da EB1/JI da Quinta do Batateiro; a construção da EB1 D. Nuno Álvares Pereira, alterando a tipologia da EB 2, 3 de Corroios para uma escola integrada (protocolo a celebrar com o Ministério da Educação) a ampliação da EB1/JI da Quinta de Santo António, a ampliação da EB1/JI da Aldeia de Paio Pires, a ampliação da EB1 da Arrentela e EB1 do Bairro Novo. Serão ainda abertos concursos públicos para a construção do JI do Fogueteiro, do JI da Quinta de São Nicolau, do JI de Vale de Milhaços e do JI da Quinta de Cima. Trata-se de um investimento de mais de 25 milhões de euros que irá permitir o crescimento de 58 salas de 1.º ciclo, 39 salas de JI, 6 bibliotecas escolares, 10 refeitórios, 10 ginásios/polivalentes e ainda a requalificação dos espaços exteriores.” (vide páginas 8 e 9)

Temos de entender o que queremos dos nossos políticos: se mentiras descaradas relativamente ao que se propõem fazer; se uma politica de verdade onde façam aquilo que os orçamentos permitem.

Uma análise simples aos dois textos leva-nos a concluir que o executivo da Câmara Municipal do Seixal não tem qualquer pejo em faltar à verdade, em prometer aquilo que não vai cumprir e a repetir, ano após ano, as mesmas promessas falsas.

Veja-se: repete-se a promessa de construção da EB1/JI Nun’Álvares e EB1/JI de Santa Marta do Pinhal e a ampliação da EB1 da Quinta de São João e da EB1/JI do Miratejo; em 2009 prometia-se a construção do JI do Fogueteiro, do JI da Quinta de São Nicolau, do JI de Vale de Milhaços e do JI da Quinta de Cima, sendo que em 2010 regredimos dado que apenas se refere que serão ainda abertos concursos públicos para a construção do JI do Fogueteiro, do JI da Quinta de São Nicolau, do JI de Vale de Milhaços e do JI da Quinta de Cima, ainda que as Grandes Opções do Plano de 2009 já tivessem previstas verbas para a construção dos mesmos.

Apesar de tudo parece não haver grande problema. Há pouca gente interessada nestas coisas porque há muitos lugares e muita politiquice para ir discutindo por ai. É o que temos!


Responses

  1. Promessas leva-as o vento infelizmente.

    Filipe, aquilo que escreveste é apenas uma pequena amostra de tudo aquilo que o PCP já prometeu e nunca foi cumprido…

    Se fores a ver bem, existem obras que estão a mais de 5 anos por realizar.

    Cumprimentos

  2. caro Filipe, analise também os valores previstos para a EB1 da Arrentela em 2009, os valores gastos (0 euros) e os valores para 2010.

    Agora na certa um pouco mais elevados, face á intervenção urgente, sobre a qual os jornais e a televisão nada tiveram que ver.

  3. Filipe, e mesmo em relação á escola básica EB1/JI há que explicar algumas coisas.
    1) A escola que a CM seixal prometeu e até fez propaganda com isso era uma EB123/JI.
    2)Foi aprovado na última reunião de camara a adjudicação ou o concurso de um plano de arquitatura para a EB1/JI de Sta Marta do Pinhal, mas espasme-se, não era para a nova. Era para a que existe e que deveria ser “decontinuada” com a entrada em vigor da nova.
    3) O concurso (da escola nova) deveria ter sido lançado segundo o Presidente da Junta até ao final do ano para que as obras começassem a tempo de serem terminadas antes do novo ano lectivo. Como está fácil de ver tudo está atirado para as calendas gregas e a população do Seixal foi mais uma vez enganada.

    Mas só enganado quem quer. A Camara faz isto aos anos

  4. Nota, não queria dizer espasme-se. Era apenas pasme-se que eu não quero que lhe dê nenhum espasmo estou apenas deslexico das teclas.
    As minhas desculpas.

  5. Boa tarde a todos,

    Aproveito este espaço para, com alguma revolta, dar voz aquilo que sinto relativamente a obras em que esteja envolvido o meio escolar, digo isto porque de facto quem conhece uma escola como a EB1/JI Quinta da Medideira (onde tenho um filho a estudar vai para 3 anos) e a sua falta de condições e mesmo de segurança que oferece às crianças que nela estudam (… é portanto um problema que me assiste!) e depois ouve e vê projectos sobre uma nova escola (EB1/JI da Quinta do Batateiro) que dista apenas a alguns metros, pergunta-se, afinal as obras de requalificação que se “falaram” durante vários anos para a EB1/JI Quinta da Medideira vão ficar provavelmente para mais tarde (o tal “dia de São Nunca”!!! … agravando-se ainda mais as suas condições com o passar dos anos!), ou então a comunidade desta última vai ser transferida no seu todo para a EB1/JI da Quinta do Batateiro?
    Sabendo ainda o que foi gasto pelo “Parque escolar” do anterior governo para requalificar algumas escolas e mesmo construir outras novas, pergunto ainda se não havia uma verba, por mais pequena que fosse, para “ajudar” estas escolas?!

    Sinceramente se alguém me conseguir elucidar sobre este assunto ficaria agradecido, pois por parte da escola em causa apenas se fala de assuntos inconcretos, olhando para o Agrupamento de Escolas Pedro Eanes Lobato, logo se fica com a ideia que a Escola Básica 1/JI Quinta da Medideira é sem dúvida o elo mais fraco.

    Por fim, convido ainda todos os responsáveis pelos vários partidos políticos na Amora a fazer uma visita a escola em causa e a ver as condições das instalações a que toda a comunidade escolar é confrontada no seu dia-a-dia.

    Cumprimentos,
    Um munícipe.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: